Clicky

Arca da Aliança

Arca da Aliança

 - Profecia cumprida
Você está aqui: Arqueologia >> Arca da Aliança

Arca da Aliança: Objeto místico ou artefato histórico?
A Arca da Aliança significa coisas diferentes para pessoas diferentes. Para alguns, a Arca é um objeto místico que contém poderes sobrenaturais apavorantes demais para serem compreendidos. Para a cultura popular, é o tesouro inestimável procurado pelo destemido Indiana Jones em Os Caçadores da Arca Perdida. Para outros, é um artefato antigo muito cobiçado pelo seu significado "religioso", semelhante ao "santo Graal". Com todos os mitos da sociedade em torno da Arca, vale a pena tirar um momento para investigar sua verdadeira origem e propósito. É a Arca da Aliança tão poderosa e assustadora como alguns têm interpretado que fosse? É apenas algo inventado por Hollywood para atrair o dinheiro que investimos em entretenimento? Ou este objeto antigo poderia ter relevância para nós hoje?

Arca da Aliança: Sua História
A Arca da Aliança é mencionada pela primeira vez na Bíblia em Êxodo 25. Logo após a libertação de Israel da escravidão no Egito, Deus instrui Moisés a construir um Tabernáculo (ou tenda) onde os israelitas deviam adorar a Deus. Colocada em uma área especial conhecida como o "Santo dos Santos", a Arca da Aliança era o objeto mais sagrado do Tabernáculo. Instruções detalhadas foram dadas por Deus para construir a Arca. Era para ser feita com madeira de acácia e coberta de ouro. Dimensionalmente, a Arca devia medir 2,5 cúbitos (1 côvado é de aproximadamente 45 cm) de comprimento e 1,5 cúbitos de largura e altura. No topo da Arca havia dois querubins de ouro que tinham suas asas cobrindo uma área da Arca conhecida como o "Propiciatório".

A Arca da Aliança continha três objetos de extrema importância para os israelitas. O primeiro foram duas tábuas de pedra com a inscrição divina dos Dez Mandamentos. Os Dez Mandamentos formaram a base da aliança de Deus com Israel, comumente conhecida como "A Lei" (Êxodo 31). O segundo objeto na Arca era a vara de Arão. Deus milagrosamente fez com que a vara de Arão brotasse de flores para mostrar ao resto das tribos de Israel que era a vontade de Deus que Arão estivesse no comando do Sacerdócio (Números 17). O último objeto era um pote de ouro do maná. Maná era o alimento com amido que Deus milagrosamente forneceu aos israelitas durante seus 40 anos de peregrinação do deserto (Êxodo 16).

A Arca da Aliança foi onde Deus manifestou Sua presença na terra. A Arca guiava o caminho dos israelitas onde quer que fossem. Não só era o centro do culto quando residia no tabernáculo, mas a Arca também protegia os israelitas na batalha, sobrenaturalmente derrotando qualquer adversário que os atacassem (Josué 6:3-4). Os israelitas também iam para a Arca para buscar orientação e sabedoria de Deus para a nação (Números 7:89, Êxodo 25:22).

Arca da Aliança: Uma forma temporária de perdão
A Arca da Aliança era mais do que apenas uma decoração especial com poderes sobrenaturais - também era a forma dos israelitas se relacionarem com Deus. A Arca da Aliança só podia ser abordada uma vez por ano pelo sumo sacerdote em "Yum Kippur” - o Dia judaico da expiação. Neste dia, o sumo sacerdote entrava no Santo dos Santos com o sangue de um cordeiro sacrificado. Também foi só nesse dia que a presença de Deus era manifesta entre os dois Querubins. O sumo sacerdote derramava um pouco do sangue do cordeiro sacrificado no propiciatório. Uma vez recebido por Deus, o sangue do cordeiro expiava (cobria) os pecados do sumo sacerdote e de toda a nação de Israel. Este ritual era realizado de forma contínua, ano após ano. A Arca da Aliança desempenhava um papel fundamental no perdão dos pecados.

Arca da Aliança: Prefigurando o Messias que estava por vir
À primeira vista, os sacrifícios de sangue associados com a história da Arca da Aliança podem parecer um tanto perturbador. Abater animais e oferecer o seu sangue em um altar pode dar a impressão de ocultismo. É importante notar, no entanto, que esses sacrifícios não tinham a intenção de apaziguar a ira de um Deus sanguinário. Deus não deseja o sangue e o sofrimento dos cordeiros indefesos (Hebreus 10:8). O texto bíblico mostra repetidamente que onde há o pecado, o resultado inevitável é a morte. O sacrifício do cordeiro aponta para a gravidade do pecado. O pecado sempre deve ser expiado (pago) para que Deus seja justo (Hebreus 9:22). A compaixão de Deus permitiu que os pecados de Israel fossem transferidos para o cordeiro. Mais importante ainda, estes sacrifícios estavam prenunciando um sacrifício ainda maior que iria ocorrer - o sacrifício do Messias judeu, Jesus Cristo. Deus sabia que esses sacrifícios contínuos seriam insuficientes para pagar pelos pecados de Israel, muito menos os pecados de toda a humanidade. Portanto, Deus providenciou Jesus Cristo como o cordeiro sacrificial final, o qual se tornou o maior ato de amor em toda a história. Uma cruz romana tornou-se a arca na qual Cristo foi sacrificado. O sangue de Cristo, de uma vez por todas, expiou pelos erros de todos os que O aceitariam como seu Salvador (João 3:16).

Arca da Aliança: Substituída por Nova Aliança de Deus
A Arca da Aliança desapareceu do templo judaico em algum lugar antes ou durante a invasão babilônica de Jerusalém em 586 aC. Em antecipação ao desaparecimento da Arca, o profeta Jeremias escreveu: "Sucederá que, quando vos multiplicardes e vos tornardes fecundos na terra, então, diz o SENHOR, nunca mais se exclamará: A arca da Aliança do SENHOR! Ela não lhes virá à mente, não se lembrarão dela nem dela sentirão falta; e não se fará outra" (Jeremias 3:16). Mesmo antes de Jesus, a profecia de Jeremias revelou que não haveria mais necessidade para a Arca da Aliança no futuro. Deus tinha uma aliança melhor que Ele iniciaria - a nova aliança no Seu Filho, Jesus Cristo.

Explore mais agora!


Gostou dessa informação? Ajude-nos ao compartilhar esse artigo com outras pessoas usando os botões dos sites sociais abaixo. O que é isso?




Siga-nos:




English  
Social Media
Siga-nos:

Compartilhar:


A Bíblia é a verdade?

Cidade de Petra
Arqueologia Bíblica
Petra
Pergaminhos do Mar Morto
Petra, a Cidade Antiga
História de Israel
Al Khazneh
Sete Igrejas de Apocalipse
Arqueologia Bíblica
Conteúdo adicional ...

Deus existe cientificamente?
Deus existe filosoficamente?
Quem é Deus?
Jesus é Deus?
Por que a fé cristã?
Como posso crescer com Deus?
Assuntos populares
Desafios da vida
Recuperação
 
 
 
Pesquisar
 
Add Arca da Aliança to My Google!
Add Arca da Aliança to My Yahoo!
XML Feed: Arca da Aliança
Arqueologia Página principal | Sobre nós | Perguntas Frequentes | Mapa do Site
Copyright © 2002 - 2016 AllAboutArchaeology.org, Todos os direitos reservados.